O que é PNL – texto do INAp

O que é PNL?

PNL é uma maneira de modelar outros comportamentos, mas única no sentido que permite alguém a começar a compreender a estrutura da experiência interna. O que isso quer dizer é que nossa experiência é feita de visualização (imagens), experiências auditivas e sensações. A PNL é o primeiro modelo capaz de observar o relacionamento entre como nós neurologicamente processamos informações e o efeito disto no nosso comportamento e sentimento.

A PNL estuda a estrutura da experiência subjetiva. Por estrutura queremos dizer  imagens, sons ou diálogo interno e sensações com que a pessoa cria suas experiências internas e influencia seu comportamento externo.

Aprender a ter controle sobre sua vida é o que interessa. Aprender a dirigir seu próprio ônibus,isto é, fazer com que suas experiências subjetivas que acontecem ao acaso sejam dirigidas de modo que elas funcionem de maneira mais benéfica. A PNL é então uma nova ciência e uma forma de arte que nos oferece ferramentas para influenciar processos específicos pelos quais nós criamos nossa experiência subjetiva.

A regra principal na PNL é que se você está procurando problemas você vai encontrá-los; se você está procurando que coisas quer evitar, você vai encontrá-las. Muita gente gasta muito tempo procurando o que poderia dar errado. Parte do problema é essa orientação negativa. Se você sempre busca o que não funciona você vai encontrar. Se você devota sua energia somente procurando o que poderia dar errado – isso vai criá-lo. Isso é chamado de profecia auto-realizadora. Algumas coisas podem dar errado. Algumas coisas podem funcionar. Você vai encontrar ambas coisas na vida. Procure o que funciona que você vai encontrá-lo.

O desafio da PNL é capacitar as pessoas a assumir o controle da sua própria evolução cognitiva e tomar consciência que suas imagens, vozes e sensações internas pertencem a elas e que elas podem manipular estas imagens, vozes e sensações da mesma maneira que elas usam seus dedos para abrir a maçaneta de uma porta.

O desafio é ajudar as pessoas a compreender que o que elas pensam que é a realidade é apenas o seu modelo da realidade, e ajudá-las a mudar para uma posição onde possam dizer “se isto é apenas um modelo eu prefiro ter aquele outro.”

O mais importante de tudo é a atitude. Sem uma atitude e um sistema de crenças adequado você está apenas pronunciando palavras e não fazendo PNL. Esta atitude é fácil de descrever: tudo é possível de se conseguir. Quando você tem essa crença, você é capaz de deixar de lado sua crença atual sobre o que é possível e o que não é possível; você pode começar a descobrir o que pode ser feito. Então não importa que dificuldade você encare, você tem duas opções:ou você pode fazê-lo ou você não pode fazê-lo ainda, assim você vai começar a procurar o que você precisa fazer para torná-lo possível. Tão logo você assume que alguma coisa pode ser realizada, você vai fazer o melhor que pode e encontrar as ferramentas e habilidades para fazê-la acontecer.