Primeira “crítica”

João, boa tarde. Já posso dizer algumas coisas? Comecei o livro identificando questões sociais com as quais não me dou muito bem. Me pareceu umv livro técnico e objetivo e eu sou essencialmente sensível e subjetiva. Mas não desisti dele, segui em frente. E ainda bem que não desisti. A partir do momento em que os dados sociológicos diminuíram e a autora começou a abordar o sentimento da inveja como algo subjetivo, intrínseco ao ser humano, eu ganhei asas para voar nessas páginas. Estou me reconhecendo como um ser invejoso e dessa forma, reconhecendo a minha humanidade. Vil ou não, a inveja faz parte da nossa paralisação – no esforço para nivelar todo mundo por baixo- e da nossa ascensão. Ainda estou no princípio, mas já fui seduzida pelo tema. Como é real! Por enquanto eh isso. Irei dando notícias. 🙏🙏
Bom, estou encerrando a leitura. Muito obrigada pelo panorama que descortinei no âmbito espiritual principalmente, cuja abrangência permeia a minha vida. Hoje meu texto no Face falou sobre a inveja, do jeito que gosto de fazer: aplicando no contexto pessoal de forma que todos nós possamos nos ver como somos. Agradeço muito o presente. Gostaria de solicitar que o departamento da sua editora entrasse em contato comigo para eventual trabalho em comum. Estou no meio de uma obra direcionada a um público alvo seleto e resumido. Não será um livro para todos e por isso preciso de tiragens sob demanda. Não sei se vcs trabalham nesse sistema e também não sei se o meu livro se encaixa no perfil dos seus autores. Enfim. Eh isso. Muito obrigada.
Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s